26 de abril de 2007

ah, seremos nós capazes de tornar flexíveis e dóceis as nossas emoções?

6 comentários:

andarilhus@sapo.pt disse...

Impossivel! Só se lhes juntarmos a razão, num parcial muito denso para esta...
Emoção pura é adrenalina injectada na razão... é genuinidade...
"(ª0ª)"

Anónimo disse...

Não são as emoções naturalmente fortes!? logo não flexiveis ou dóceis? e se as racionalizarmos continuarão a ser emoção???

Anónimo disse...

ps-mas sim, nós somos capazes de controlar -pelo menos parcialmente - as nossas emoções (através da razão, claro!)

Vítor Mácula disse...

o olhar e coração suaves na abertura à alteridade, até à dor de si. huuum… isso nem a razão nem o cálculo podem doar… aliás, nem o próprio olhar e coração humanos, que se medem pelo susto de estar vivo... divago eu... abraço

a-bordo disse...

era bom que fossemos; e se o fossemos, o coração, julgo, do vitor, mandaria; se o fizesse estavamos mais abertos à ajuda; só com ajuda o nosso coração se torna suficientemente forte para nos obrigar a alegrar quando é de alegrar, a entristecer quando o caso é imediatamente a seguir... abraços a todos

Maria disse...

Falarmos em "emoções" num sentido lato leva a que a pergunta seja de difícil resposta mas, impossível ou possível para muitos, eu penso que tudo depende da emoção a que nos reportamos e da personalidade de cada um.

Cumprimentos.