6 de outubro de 2006

Tudo depende da resposta à pergunta - por quem? – Estamos salvos quando somos reconhecidos.

11 comentários:

cbs disse...

:)
bem... ok
mas também é importante saber o "como"
daí vai depender a qualidade do reconhecimento.

PS: e tamos a falar de "quê"? também importa, já agora, lol

Putty Cat disse...

Mais importante do que o "quem" e o "como", é "o porquê".

As razões, as motivações pelas quais somos reconhecidos.
E isso pode pautar-nos o resto dos nossos dias.

Beijo, bom fds e até Novembro!

Putty

cbs disse...

Tá-se a compor aqui um mini-tratado de gestão da vida :)

Bastet disse...

A importância de ser salvo reside no salvador?.

Bastet disse...

E, já agora, parafraseando o CBS, tamos a falar de quê? LOOOOLLLL!!!

zef disse...

Está a parecer-me que se está a falar da força das coisas:-) ...

a-bordo disse...

beijos e abraços - viva a boa diposição - e uma atenção especial para o zef - que julgo conhecer pelos comentários na pedra que urra.

Tó Gomes disse...

E quem nos salva de nós próprios?...

Andarilhus disse...

E quem nos salva da messiânica ideia de salvação? Tu precisas da salvação? Ela é-te intrínseca ou é apenas o pensar dos outros sobre o que tu és?

a-bordo disse...

tó gomes: temos de procurar, temos de procurar

andarilhus: é-me intrinseco o desejo de um dia estar em paz vivo, mesmo se esse dia fôr depois da minha morte; é isso que penso a salvação me oferecerá; acredito que todos nós precisamos disso, em vida preferencialmente, apenas depois da morte se tiver que ser.

a-bordo disse...

vivo, alegre, feliz, etc, etc.