9 de outubro de 2006

Por trás do muro que corta rente a estrada e não deixa espaço para o passeio, nem para os peões, os castanheiros mandam ouriços abaixo... Aí, ele, alheado, com os pés, procura as castanhas... Os carros desviam-se e passam.

4 comentários:

cap disse...

:) Até parece que passaste por aqui.

a-bordo disse...

tenho de passar, um dia:) ... hoje, vi um homem a tocar violino na rua, entre ameaças de chuva e sem outro intuito, pareceu-me, que não dar música; andava ruas fora de violino ao ombro ... os dias estão mais estranhos ou algo que vai sainda à rua que não entemdemos? a beleza?

Andarilhus disse...

os ouriços podem ser mais perigosos do que os carros.
Talvez tenha sido o violino que o trouxe à rua... a beleza da melodia ou o passeio das amigas cordas...
"(º0º)"

a-bordo disse...

abraço andarilhus