27 de setembro de 2006

hei, – então –, rapaz, olha, – nem que seja de vez em quando –, para a eternidade.