10 de maio de 2006

Quero por vezes escrever palavras que morram; outras que perdurem... Não está nas minhas mãos.

5 comentários:

Aires Montenegro disse...

"...quando as impossibilidades são assumidas."
Isto vai-me dar que pensar!...

CAP disse...

As impossibilidades podem ser digeridas, trituradas, pulverizadas. Nunca assumidas, porque isso inviabilizaria qualquer acção futura. ;)

a-bordo disse...

aires: ainda bem; é uma das tarefas que vou mal executando por aqui; tentar despoletar alguma reflexão e que essa reflexão sirva a quem a faz... cap: penso que aqui o que é interessante, até porque eu em boa medida nunca seria capaz de clarificar o que aqui é dito com o rigor suficiente, é apanhar o espírito ou o ambiente do post: e esse aponta apenas para a necessidade de afinarmos uma atitude correcta perante os limites que quer queiramos ou não se impõem às nossas ambições... abraço a ambos

bi or not to bi disse...

Eu creio que sim:que as impossibilidades podem ser assumidas,e sou muito velho para ir para a mecanica quantiva.Vou procurar,mesmo que passe a arma a gauge antes

Anónimo disse...

This is very interesting site... video editing schools