24 de fevereiro de 2006

(3) Fat, talvez, gordo cavalo do amor, tinha, antes, tido, portanto, um colapso nervoso com consequências teológicas que, agora, o tinham tornado uma autoridade gnóstica. Ora, pode ser curioso verificar quais as consequências destas consequências. E mais porque são sumamente curiosas. Se não vejamos. Vejamos como tudo – e, aqui, em rigor, quase tudo – retorna ao ponto de partida. O colapso nervoso, como sabemos, produziu em Fat uma produção teológica. Mas não sabemos, vamos ficar a saber que a produção teológica de Fat acabou por produzir uma visão de um universo nervoso e em colapso…. É assim. A partir de Heraclito: «É o que diz Edward Hussey, Leitor de Filosofia na Universidade de Oxford e «Fellow» do Colégio de Todas as Almas, no seu livro THE PRESOCRATICS, publicado por Charles Scribners Sons, Nova Iorque, 1972, páginas 37-38. Em todas as minhas leituras não encontrei – quero dizer Horselover Fat nunca encontrou – nada de mais significativo sobre a natureza da realidade. No Fragmento 123, Heraclito diz: «a natureza das coisas está no hábito de se esconder ela própria.» E no Fragmento 54 ele diz: «a estrutura latente é a mestra da estrutura óbvia», ao que Edward Hussey acrescenta: «portanto, ele (Heraclito) concorda necessariamente em que… a realidade está de certo modo “escondida”» (58) – Então, duas coisas podem ser derivadas daqui: é apenas real a realidade divina que está por trás e nos feixes que atingiram o cérebro de Fat; isto é, é real Deus e as suas teofanias; entretanto, se Deus é Logos, o nosso mundo habitual, o universo, porque ilusório, é ilógico, e por isso insano. É o que nos diz a página 59: «portanto quem esteja em contacto com a realidade está, por definição, em contacto com o insano, impregnado com o irracional.»

6 comentários:

Bastet disse...

Viveremos então, em teoria, numa realidade ilusória mas desta ilusão abstraímos, ainda assim, uma existência latente da realidade de Deus. Seremos pois dotados de uma capacidade de perceber por detrás do véu ilusório da realidade. Esta "capacidade", pergunto, porque real, será também ilusória e insana? Então "apercebermo-nos" da existência de Deus é uma insana ilusão...

d disse...

...

a-bordo disse...

bastet: desculpa a tardia resposta, que não o vai ser, também, mas a verdade é que tenho andado pouco pela net; outras coisas me têm ocupado; um beijo para ti... para d: um abraço

Anónimo disse...

You have an outstanding good and well structured site. I enjoyed browsing through it »

Anónimo disse...

Where did you find it? Interesting read rebel crap Orthodontic appliance palatal expander hair vitamin supplements

Anónimo disse...

Cool blog, interesting information... Keep it UP » » »