29 de janeiro de 2006

Podemos pensar pelo mandamento honra os teus pais, se os honramos. Uma coisa parece certa, pelo que sei: há uma relação entre o respeito que temos aos nossos pais e o respeito que temos aos outros. Por exemplo, a seguinte: não respeitamos os nossos pais, não respeitamos os outros. Podemos dizer que nem sempre as coisas são assim. Que podemos respeitar os outros, sem que respeitemos os nossos pais. Pode ser. Mas, não podemos deixar de assinalar aí, um certo nó, uma certa dureza. E sempre latente, uma certa predisposição para o desrespeito.