15 de setembro de 2005

era uma vez, um pequeno bosque na minha infância; por lá jogávamos, ladrões e cowboys, às escondidinhas, ou descíamos as ladeiras vertiginosamente de bicicleta; por vezes, sentávamo-nos, escondidos pela folhagem; conversávamos; ou ríamos; um súbito riso, um riso surdo, acometia-nos, nos nove ou onze anos, quando alguém se referia à prostituta velha que, como nós, gostava de andar pelo bosque; não tínhamos idade para saber de onde vinha o riso; e, com bom rigor, ainda hoje, estamos longe de o poder saber.

8 comentários:

Anónimo disse...

A fantastic blog. Keep it up. I'm sure you'd be interested in How to buy & sell everything, like music on interest free credit; pay whenever you want.

Anónimo disse...

This is a excellent blog. Keep it going. This may be of interest to you; how to buy & sell everything, like music on interest free credit; pay whenever you want.

Lilly Rose disse...

ouves outro riso...? tb vem lá de longe

a-bordo disse...

ouço... e deixarmo-nos levar pelo riso das cócegas!?

Lilly Rose disse...

:) ainda é bom

a-bordo disse...

mas difícil; porque será?

Anónimo disse...

What a great site Dell ink cartridge refill Norton antivirus 2004 5 user vanessa blue strap on zoloft with wellbutrin Acyclovir vs valtrex Huge boobs street

Anónimo disse...

Looking for information and found it at this great site... Sexy russian feet milf porno