5 de maio de 2005

Catolicismo 5. Qualquer hábito passa pela repetição de pensamentos, palavras e acções. O hábito de confiança pela repetição de pensamentos, palavras, acções de confiança. Hábitos diários, semanais. Ao longo da vida. Hábitos históricos. Numa história que cedo viu a existência de falhas. Antes, contudo, de pensarmos alguns mecanismos que permitem lidar com estas falhas na cadeia de confiança, observemos algo que acontece nas Igrejas reformadas: