28 de abril de 2005

Alvin 31.
Jipe, depois de olhar para o vidro, disse-nos adeus com o braço curto, mexendo os três dedos para a frente e para trás. Depois, mudou rapidamente de verde para verde-claro, de verde-claro para claro, de claro para transparente, de transparente para invisível. Na Judiciária, soavam alarmes e campainhas… Mister Jones, disse em inglês, sem desalento: «para já, é impossível apanhá-lo! Um dia havemos de conseguir! Ganhamos muita coisa! Muitos dados! Muitos dados! Very good!»

8 comentários:

Bastet disse...

Não vás ainda Jipe :/

a-bordo disse...

Olá. Falta um post que está a ser retocado. De qualquer modo, talvez, não estava para ser agora, surja por aí mais algum divertimento. Entretando, parabéns aqui, porque em tua casa, fico intimidado, pelos teus últimos dois posts, quartos e janelas e, como não podia deixar de ser, à pesca. Um beijo.

Bastet disse...

:) ups, o meu comentário desapareceu! Tento repeti-lo: Deixo um daqueles sorrisos :) que quer dizer mais que muito obrigada (e já vim que aprendeste!). Já te disse, passo aqui sempre, todos os dias, embarco diariamente "a bordo" das tuas aventuras. Mas, e ainda que mal pergunte, o que te intimida na minha casa? - é só um cesto de gatos dorminhocos...

a-bordo disse...

:) A simples sensação do elefante na loja de loiça.

Bastet disse...

eu bem me parecia que o meu blog estava muito piegas! :)

a-bordo disse...

no, no, no. começado por baixo: leonor pela verdura, a pata vai alegre e não segura; lindos são seus joanetes, no tornozelo seu que se arredonda, mas, o joelho e o menisco não a deixam - gorda, pesada - correr o risco.

ps bom dia da mãe.

Bastet disse...

:o) lol!!! pobre Leonor que assim vai pela viela... com tanto joanete caíu-lhe do pé a chinela!
Obrigada. Um beijo :)*

Anónimo disse...

I have been looking for sites like this for a long time. Thank you! Jenna jameson girls sunday january 29 article skype phone story Craps practice software rhinoplasty surgeons in michigan