13 de fevereiro de 2005

Tinha e tenho umas botas cujo maior encanto era a qualidade e a beleza laranja do forro. Hoje, ao calçá-las, rompi o forro. O que hei-de pensar? – Assunto sério. Como hei-de lidar com as botas? - Pois, quando a afeição se faz em função de uma qualidade, quando a qualidade é posta em causa, não é fácil, primeiro, esquecer a decepção, em segundo, caminhar em cima da decepção à procura de novos encantos.

3 comentários:

jacky disse...

Se fores como eu, mesmo quando perdem qualidades e me decepciono, não me desfaço de nada porque continuo a gostar :)

a-bordo disse...

Botas, calças e casacos, camisas e chapéus, tornam-se a nossa segunda pele. E de facto, para mim, não é nada fácil desfazer-me deles.

Anónimo disse...

Best regards from NY! »