12 de outubro de 2004

(7NP) Eis então a conversa que decorreu entre Úrsula, a tia de Bernard e ele:
«- Mas tu acreditas em alguma coisa, Bernard? – perguntou Úrsula. – Acreditas na vida depois da morte?
- Não sei – respondeu ele.
- Vá lá, Bernard. Dá-me uma resposta directa a uma pergunta directa. Como podes ser professor, se nem isso és capaz de fazer?»
(Lodge em uso, página 225)