11 de junho de 2004

Li no ar líquido.

Itinerário de um jardim.

azáleas
amores-perfeitos
rosas
hera
malmequeres
malvas
ervilhas-de cheiro
maravilhas
frésias
violetas
brincos-de princesa
cedro dourado
laranjeiras
jarros
loendro
hortências
narcisos
chorina
alfazema
alecrim
dálias
sica
"ivónomus japónica"
camélias
coroas imperiais
buganvília
videira

e as outras que só o coração sabe o nome.

Cristina Tavares.

No ar líquido e para o ar líquido.

Em nome da Abelha -
E da Borboleta -
E da Brisa - Amen

Emily Dickinson.