8 de junho de 2004

Marco Oliveira do Povo de Bahá produziu para nosso esclarecimento esta breve síntese acerca da sua religião. Eis então o seu texto:
«A religião Baháí surgiu no século XIX na Pérsia (actual Irão). O seu fundador foi Bahá'u'lláh (em Português, "Glória de Deus"). O ensinamento principal de Bahá'u'lláh pode ser resumido na frase "A terra é um só país e a humanidade os seus cidadãos". Segundo os ensinamentos bahá'ís, todas as religiões provêem do mesmo Deus. A essência dos ensinamentos espirituais das religiões é a mesma; os ensinamentos éticos e sociais é que variam. O Criador envia ciclicamente à humanidade Profetas com ensinamentos adequados à nossa maturidade e capacidade de compreensão. Assim tivemos Abraão, Moisés, Zoroastro, Jesus, Maomé, Krishna, Buda, e mais recentemente Báb e Bahá'u'lláh. Foram como professores divinos da humanidade. Tal como nós na escola vamos evoluindo, e vamos tendo professores que nos vão explicando a realidade de acordo com a nossa capacidade de compreensão, também estes Mensageiros nos vão explicando os ensinamentos divinos de acordo com as nossas capacidades e necessidades colectivas.
Este conceito de unidade da humanidade e de revelação progressiva são os pilares dos ensinamentos bahá'ís. Mas existem outros princípios:
- A igualdade de direitos entre homens e mulheres
- A educação obrigatória para todas as crianças
- A adopção de uma língua auxiliar internacional
- A criação de uma nova Ordem Internacional
- A livre e independente pesquisa da verdade
- A eliminação de preconceitos
- A harmonia entre ciência e religião.
A religião Bahá'í é uma religião independente; tem os seus próprios livros sagrados, dias sagrados, a sua organização administrativa. Não é uma divisão, ou seita, de outra religião. A relação que existe entre a religião Bahá'í e o Islão é a mesma que existe entre o Judaísmo e o Cristianismo.
Hoje existem mais de 6 milhões de bahá'ís espalhados em praticamente todos os países e territórios do mundo. Os países com mais bahá'is são a Índia, o Irão, a Bolívia, o Uganda, o Peru e os Estados Unidos. Em Portugal somos cerca de 3000. No site da BBC pode encontrar-se uma análise independente sobre a fé bahá'í.»