19 de maio de 2004

Frederico Mira George do saudades de antero permitiu-nos publicar:

é verdade que sim,
a gentileza cultiva-se,
como tudo o que é bondade e tudo o que nos agride,
esse é o desafio destes dias que vêm, destes que já vivemos e são futuro.
ser um pouco mais, um ponto que seja mais - delicados.
somos tão diferentes, todos,
é um facto.
tão diferentes que nem percebemos como todos,
sem excepção, mesmo um pequeno insecto,
apenas deseja a felicidade
e, por isso, tão iguais em tudo o que verdadeiramente é do coração.