19 de março de 2004

Complacência. Hoje há «pelo contrário uma adaptação demasiado complacente às mentalidades do mundo que muda.» (Lubac, La postérité spirituelle de Joachim de Flore, (2º vol.), 133)