23 de março de 2004

Disse eu: Deixo isso para ti!
Disse ela: Ai deixas!
Disse eu: Deixo!
Disse ela: E pode saber-se porquê?
Disse eu: Porque isso é contigo!
Disse ela: Isso é comigo?
Disse eu: É contigo.
Disse ela: Tens a certeza?
Disse eu: Tenho!
Disse ela: Estás muito convencido!
Disse eu: Não comeces com isso!
Disse ela: Claro que começo, espertinho!
Disse eu: Bom, não vale a pena!
Disse ela: Então, isso é comigo?
Disse eu: É!
Disse ela: Pode saber-se porquê?
Disse eu: Porque isso é contigo!
Disse ela: Agora é comigo!?
Disse eu: É!
Disse ela: Mas tu antes querias!
Disse eu: Como!!?
Disse ela: Querias!!!
Disse eu: Não sei, agora não quero!
Disse ela: Não queres, não queres… muito bem! Muitíssimo bem!... Não queres!