10 de fevereiro de 2004

Com Teresa. Numa resposta a São João da Cruz: «Deus me livre das pessoas que são tão espirituais que tudo querem transformar em perfeita contemplação, não interessa como.» E mais adiante: «como se isso estivesse em poder delas». (58).