6 de janeiro de 2004

Quando um arqueiro atira sem alvo nem mira
está com toda a sua habilidade.

Se atira para ganhar uma fivela de metal
já fica nervoso.
Se atira por um prémio em ouro
fica cego,
ou vê dois alvos – está louco!

Sua habilidade não mudou. Mas o prémio
cria nele divisões. Preocupa-se.

Pensa mais em ganhar
do que em atirar –
e a necessidade de vencer
esgota-lhe a força.

Thomas Merton.