31 de janeiro de 2004

Penso ter sido Thomas Merton que disse qualquer coisa assim: “as coisas que eu pensei que eram muito importantes – por causa do esforço que eu punha nelas – tornaram-se de pequeno valor. E as coisas em que nunca pensei, as coisas que nunca fui capaz de valorizar ou de esperar, foram as coisas que realmente importaram.”